Dividir o Maranhão: Definitivamente Uma Idéia Infeliz!*