Contraste entre a Civilidade e o Dantesco: Japão e Brasil*