“Conservador” nos costumes? Como assim?*