Professor Lemos

Professor Lemos

18 de dezembro de 2017

MARANHÃO NO SEMIÁRIDO – INTEGRA DA ENTREVISTA AO O IMPARCIAL

Entrevista do dia 6/12/2017
15 de dezembro de 2017

Semiárido Maranhense, caju e mel: Uma deliciosa combinação!

José Lemos* Uma das sabedorias e generosidades da mãe Natureza para conosco que vivemos deste lado do planeta está associada à safra de caju que começa em agosto, atinge o seu pico em outubro, e declina até a chegada das chuvas, no final de dezembro. Portanto, a safra de caju acontece no período de estiagem. Isto, para quem mora deste […]
5 de dezembro de 2017

MINHAS FERIAS EM 2017/2018

Os períodos são os seguintes: 1- 29/12/2017 a 22/01/2018 2- 23/01 a 11/02/2018 3- 02/07 a 26/07/2018
2 de dezembro de 2017

Pais Adotivos do Semiárido Maranhense

José Lemos* Depois de uma luta titânica e desigual, o Ministério da Integração Nacional (MI) finalmente reconheceu que o Maranhão tem áreas climáticas sob o Semiárido. Esta é uma luta de algumas poucas pessoas que começou de uma forma mais aguerrida em 2005. Por aquela época a Associação do Semiárido (ASA) já fazia buscas de ações para municípios do Semiárido […]
2 de dezembro de 2017

MENSAGEM AOS COLEGAS ENGENHEIROS AGRONOMOS DE 1972: Em 02 de dezembro de 2017

De: José Lemos Aos: Meus caros Colegas Engenheiros Agrônomos formados em 02/12/1972. Há 45 anos, também num sábado de muito calor em Belém, aqueles 67 jovens entraram para a história como os primeiros formados pela Faculdade de Ciências Agrárias do Pará. Todos na plenitude da juventude… Repletos de esperanças… Engravidados de projetos para o futuro… Prenhes de sonhos para uma […]
25 de novembro de 2017

CASTANHÃO – VIAGEM NO DIA 07/12/2017

Saía em frente ao DEA
25 de novembro de 2017

FOTO DO TEXTO NO O IMPARCIAL NO DIA 25/11/2017

Edição historica do O Imparcial do dia 25/11/2017
24 de novembro de 2017

Maranhão no Semiárido: Um sonho finalmente conquistado…

José Lemos* Quem conhece o Maranhão sabe que a abundância pluviométrica que se dá no norte, e no oeste, não é a mesma que acontece no leste do Estado. Ali apenas chove durante quatro meses do ano de forma intermitente. Nos demais meses há estiagem. Como os solos estão descobertos de vegetação pela ação do ser humano, a perda de […]
19 de novembro de 2017

UMA MULHER DE FIBRA*

José Lemos** Nasceu em Caxias, interior do Maranhão no início da segunda década do século passado, de um casal de imigrantes de um lugarejo chamado de Buriti de Inácia Vaz, e que a batizariam com o nome de Amarilis. Seus pais, mestiços de origem mesclada de caboclo, índio e negra, lhe dariam as feições de uma brasileira autêntica, como tantas […]
19 de novembro de 2017

FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR MARANHENSE: ESPAÇO DE RESGATE DA CIDADANIA, DIGNIDADE E DE INCLUSAO SOCIAL

O Maranhão talvez se constitua no mais agrícola de todos os Estados brasileiros. Há uma grande diversidade de ecossistemas dentro do Estado, cujos regimes de chuvas, cursos d’agua perenes, solos propícios, possibilitam ao Maranhão uma grande vocação para a produção de todos os itens que podem ser cultivados nos trópicos úmidos e sub-úmidos. Os biomas maranhenses posicionam-se em transição entre […]
19 de novembro de 2017

OITENTA ANOS DA ECONOMIA MARANHENSE (1920 A 2006)

A economia maranhense atravessou em oitenta anos (1926 a 2006) modificações que lhe afetaram em muito a estrutura produtiva, sobretudo na zona rural. Com o potencial e com a vocação agrícola que o Estado possui, o Maranhão poderia tranquilamente se constituir hoje em um dos maiores produtores de bens agrícolas transacionáveis e não transacionáveis. Ou seja, o setor rural maranhense […]
19 de novembro de 2017

BRAZILIAN MARANHAO STATE IS GOING THROUGH A NEW TRIAL

BRAZILIAN MARANHAO STATE IS GOING THROUGH A NEW TRIAL José Lemos* Maranhão, one of the poorest Brazilian States, is situated between humid Amazon Region and Dry Lands of Brazilian Northeast Region. Maranhão has diversified and rich ecosystems. Contrary as one could expect, inside its boundaries is observed people bad conditions of living pattern standards. What happened to Maranhão? Someone should […]
18 de novembro de 2017

Tempo: Inimigo ou Cúmplice?*

José Lemos Nos dias que antecedem e seguem àquele do nosso aniversário, de alguma forma, consciente ou inconscientemente, fazemos reflexões acerca desse nosso parceiro, o tempo. A propósito, quando aniversariamos temos motivos para comemorar, porque vivemos mais um ano, ou razão para entristecer porque temos, de fato, um ano a menos pela frente? Na medida em que o tempo avança, […]
18 de novembro de 2017

Querem Transformar o Maranhão Numa Zimbabwe…*

José Lemos A República do Zimbabwe está situada na região Centro-Sul da África e tem uma população sofrida de 12,3 milhões. Os primeiros colonizadores britânicos chegaram ao País em meados do século XIX e, depois do grande influxo de migrantes ingleses, começaram a exercer influencia a ponto de nomearem o território de Rhodesia, em homenagem ao inglês Cecil Rhodes então […]
17 de novembro de 2017

DR SÁLVIO PINTO – NOVO ENDEREÇO

Dr. Salvio Pinto Rua Atilano de Moura, 530 Art Clinic Vai pela Rogaciano Leite à esquerda. Mantem a Direita Depois da Concessionária PEOGEOT.
17 de novembro de 2017

ERRATA DA NOTA TECNICA ENVIADA EM 17/11/2017

Errata
16 de novembro de 2017

O Maranhão na Geografia Politica do Semiárido – NOTA TÉCNICA

Nota Tecnica enviada no dia 13 de novembro de 2017 para o Ministério da Integração Nacional.
12 de novembro de 2017

“PÁTRIA MADRASTA VIL"

Clarice Zeitel Vianna Silva* Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência… Exagero de escassez… Contraditórios? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL. Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de […]