Antecedentes e Ecos do “Panelaço”.*