março

Mês: março 2018

29 de março de 2018

Maranhão e MATOPIBA*

José Lemos MATOPIBA é um acrômio constituído das abreviaturas dos quatro estados que fazem parte d a mais nova e a mais dinâmica fronteira agrícola do Brasil: Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Nessa enorme região, que é composta por 135 municípios maranhenses, 139 do Tocantins, 13 do Piauí e 30 municípios baianos, se desenvolvem agricultura intensiva em capital, principalmente na […]
23 de março de 2018

ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO DE CONTRATOS E RECURSOS DO PRONAF NAS REGIÕES DO BRASIL

RESUMO O trabalho tem o objetivo de analisar a distribuição de recursos do Pronaf nas regiões do Brasil e identificar as regiões que mais de destacam em relação ao número de contratos, valores e valores médio por contratos. Os dados utilizados foram extraídos do Anuário Estatístico de Crédito Rural do Banco Central no período de 1999 a 2012. Na discussão […]
23 de março de 2018

Água, um Patrimônio da Humanidade em Perigo.*

José Lemos As Nações Unidas estabeleceram em 22 de março de 1992 que nesta data se comemore o “Dia Mundial da Água”. Juntamente com a definição da data, naquele mesmo ano a entidade também criou o documento a que designou de “Declaração Universal dos Direitos da Água” constituído de dez (10) Artigos. Espécie de Protocolo de conduta na preservação desse […]
16 de março de 2018

Alimentar o Mundo: Grande Desafio deste Milênio.

José Lemos* Em junho de 2017 o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas produziu o documento: Perspectivas da População Mundial: Revisão de 2017. Esse documento estima que a população do planeta terra em 2017 era de 7,6 bilhões de pessoas, e que chegará a 8,6 bilhões em 2030. As projeções são ainda mais dramáticas para o final […]
13 de março de 2018

Viver não é Preciso…*

José Lemos Em junho de 2015 eu escrevi e defendi uma Tese para concorrer à vaga de Professor Titular na Universidade Federal do Ceará. No prólogo daquele trabalho, com a ousadia de “quem não queria ficar sentado no trono de um apartamento com a boca escancarada e cheia de dentes esperando a morte chegar”, eu escrevi: “Prover bem-estar e felicidade […]
9 de março de 2018

Sedentarismo: o Mal do Milênio.*

Sedentarismo: o Mal do Milênio. José Lemos Hoje, dia 10 de março, o calendário de saúde sugere que comemoremos o Dia Nacional de Combate ao Sedendarismo, que pode ser considerada uma das mais trágicas doenças deste milênio, e que vem crescendo de forma assustadora em todo o mundo. Faz muito tempo que deixou de ser apenas uma preocupação meramente estética. […]
4 de março de 2018

MARANHÃO: ESTADO (AINDA) RICO EM RECURSOS NATURAIS COM POPULAÇÃO EMPOBRECIDA

José de Jesus Sousa Lemos Com o potencial, e com a vocação agrícola que possui, o Maranhão poderia se constituir em um dos estados brasileiros maiores produtores de alimentos e matérias primas de origem vegetal e animal. O setor rural maranhense poderia ser um dos mais promissores e produtivos do Brasil de um ponto de vista efetivo, haja vista que […]
4 de março de 2018

Centenário de Dona Amélia: Uma Mulher de Verdade

Quando Mário Lago em parceria com Ataulfo Alves escreveu os versos da bela canção “Ai que Saudades da Amélia” estava homenageando mulheres comuns que aceitavam praticamente tudo o que os parceiros lhe aprontavam. Traçou naquelas rimas, que se tornaram famosas e perpétuas, o perfil de mulheres sofredoras, submissas, conformistas que passariam a partir daquela música a serem identificadas como “Amélias”.
4 de março de 2018

Centenário de Dona Amélia: Uma Mulher de Verdade

José Lemos (Texto de circulação Restrita) Quando Mário Lago em parceria com Ataulfo Alves escreveu os versos da bela canção “Ai que Saudades da Amélia” estava homenageando mulheres comuns que aceitavam praticamente tudo o que os parceiros lhe aprontavam. Traçou naquelas rimas, que se tornaram famosas e perpétuas, o perfil de mulheres sofredoras, submissas, conformistas que passariam a partir daquela […]
2 de março de 2018

Nosso Maior Patrimônio Imaterial: A Marenhensidade.

José Lemos* No começo dos anos noventa eu já havia prestado concurso para Professor Adjunto na Universidade Federal do Ceará e já tinha bolsa de produtividade do CNPq. Por aquela ocasião esse Órgão desenvolvia convênio com a Coreia do Sul. Esse País já havia eliminado o analfabetismo e estava começando a deslanchar o processo de desenvolvimento que o transformaria no […]